domingo, 8 de novembro de 2009

A SERRA DA GARDUNHA e a originalidade do magusto















Sendo eu originário da região do Oeste, desloquei-me hoje para mais um evento desta vez na Serra da Gardunha. Iniciando um passeio pedestre até ao ponto mais alto com partida da Aldeia de Alcongosta. Com a iniciativa da Gardunha Viva e da Junta de freguesia, lá fomos Serra acima com paisagens espectaculares com uma organização fabulosa. Não posso dizer que foi o melhor que já fiz, mas como, o intuíto da organização foi conhecer a região tivemos direito a uma feijoada, e no fim, um espectacular magusto que foi o que mais motivou esta deslocação. Nunca tinha observado um referido magusto Beirão já que não é tradição na minha região de nascimento. Que beleza aquele Povo utilizar a caruma em plena rua empedrada despejando as castanhas para o centro do fogo. Mas ainda não é aqui o que mais apreciei mas que após retiradas as castanhas do chão e as mãos negras das mesmas é tradição passar as mãos pelos que estão próximos e o negro é a cor predominante da face de cada um de nós. A alegria das pessoas e a boa disposição até porque ha sempre o que quer fugir mas outros olhos os procuram e se aproximam para que não saia dali sem a marca negra. Ouvi alguém citar o seguinte dito tradicional.
...MAGUSTO SEM FARRUSCO NÃO É MAGUSTO !!!
Bem hajam. Beirões.
video